9.10.2019—2.2.2020
SESC 24 DE MAIO,
SÃO PAULO PT EN

PT EN

Alto Amazonas Audiovisual

Alto Amazonas Audiovisual

2018 | Atalaia do Norte - AM, Brasil |

O grupo é formado por Lucinho Tavares Winih Kanamari (Aldeia São Luís, Atalaia do Norte, 1993), vice-presidente da AKAVAJA (Associação Kanamari do Vale do Javari); Shapu Mëo Matis (Aldeia Parayso, Atalaia do Norte, 1991), professor indígena e fotógrafo; e Markus Enk (Fortaleza, 1993), cientista socioambiental e antropólogo visual. Origina-se do encontro de Marcus com Shapu, quando do mestrado em Antropologia Cultural que o primeiro realizava na Universidade de Leiden (Países Baixos). Em 2018, junta-se à dupla Winih Kanamari quando dos protestos de seu povo contra a negligência da saúde indígena por parte dos representantes governamentais da região. Forma-se, assim, o coletivo que discute questões como soberania midiática, metodologias colaborativas de trabalho, além dos vínculos entre criatividade e resistência.


About Cameras, Spirits and Occupations: A Montage-essay Triptych

About Cameras, Spirits and Occupations: A Montage-essay Triptych

2018 | Videoinstalação em três canais

 

Tríptico dividido em três curtas complementares. O objetivo do documentário não é somente denunciar situações opressivas ou vislumbres exóticos, mas também pensar em como tais curtas se entrelaçam, principalmente na complementariedade que não é audível nem visível. Por exemplo, estariam antropólogos e cineastas, ao prepararem suas obras, tentando afetar corpos e transformar seu estado de espírito, assim como fazem os curandeiros e pajés?

TOPO